Renault Sandero: Caixa de câmbio automatizada

Renault Sandero / A condução / Caixa de câmbio automatizada

Câmbio de seleção 1

Câmbio de seleção 1

Permite selecionar o modo automatizado de condução, a marcha ré, o neutro, bem como trocar as marchas em modo manual.

É possível passar do modo automatizado ao manual, ou vice-versa, com o veículo parado ou em movimento.

O sistema reconhece somente os movimentos na alavanca realizados com a ignição ligada. A posição da alavanca é confirmada pela indicação no painel de instrumentos 6. Caso a alavanca tenha sido movida com a ignição desligada, ao ligar a ignição poderá ser necessário acionar o pedal do freio (indicador no painel).

Diagrama de seleção

Diagrama de seleção

O visor 6, situado no painel de instrumentos, informa o modo e a marcha engatada.

2: R: marcha ré

3: N: neutro (ponto morto)

4: D: modo automatizado

5: M: modo manual

-: para reduzir

+: para aumentar marcha

Aviso no painel de instrumentos

Aviso no painel de instrumentos

7: A: modo automatizado acionado

c: luz indicadora de que o freio deve ser pressionado

A marcha engatada (1, 2, ..., 5, N, R) aparece indicada em 6 no painel de instrumentos.

Quando em modo automatizado, o indicador A se acende, bem como a marcha que está engatada.

Partida

Ligue a ignição, verifique no painel que a alavanca está na posição N. Gire a chave e segure até o motor entrar em funcionamento. Caso a alavanca não esteja na posição N, o indicador piscará no painel de instrumentos.

Será necessário pressionar o pedal do freio e colocar a alavanca na posição N para dar a partida.

Após a partida do motor, especialmente depois que o veículo permaneceu parado por algumas horas, a marcha lenta ficará acelerada por alguns minutos e o câmbio pode fazer a troca de marchas com uma rotação do motor mais alta. Esse funcionamento é normal e tem como objetivo fazer com que o motor atinja mais rapidamente sua temperatura ideal de funcionamento.

Isto contribui para reduzir a emissão de poluentes

Condução em modo automatizado

Coloque a alavanca na posição D.

Na maior parte das condições de circulação, não será mais necessário tocar na alavanca: as mudanças de marcha ocorrerão no momento certo e no regime de rotações conveniente do motor. O sistema leva em conta a carga  dedo veículo, o perfil da estrada e o estilo de condução escolhido.

Condução em modo manual

Este modo pode ser ativado/desativado a qualquer momento com o motor em funcionamento passando o câmbio da posição D para a posição M, ou vice-versa.

Impulsos sucessivos na alavanca permitem efetuar manualmente as mudanças de marcha:

A indicação da marcha engatada aparece no painel de instrumentos.

Dois movimentos sucessivos atrás permitem aumentar a marcha duas vezes, bem como dois movimentos a frente baixam duas marchas.

Em uma desaceleração, as marchas reduzem automaticamente a medida que a velocidade do veículo diminui.

Em caso de condução crítica o sistema pode atuar automaticamente elegendo a marcha mais adequada.

Em descidas, pode ser conveniente passar para o modo manual e reduzir uma marcha para se ter um freio motor melhor.

Em estradas muito sinuosas podem ocorrer mudanças frequentes das marchas, neste caso aconselha-se passar para o modo manual.

Condução urbana e manobras

Ao parar em um congestionamento ou semáforo não é necessário colocar a alavanca na posição N. Pode-se manter o carro parado apenas pressionando o freio.

Durante manobras, quando for passar de D para R, ou vice-versa, o veículo deve estar, preferencialmente, parado ou em velocidade inferior a 5km/h.

Nestas situações, mova a alavanca para a marcha desejada. Caso essa condição não seja respeitada, o indicador c pode se acender no painel para lembrá-lo de que é preciso pressionar o freio. Se o veículo não estiver parado ou o freio não for acionado pode ser necessário repetir o movimento da alavanca.

Com a alavanca em D ou R em terreno plano, ao retirar o pé do freio, o veículo se movimentará lentamente para facilitar manobras. Esta velocidade reduz com a inclinação do terreno. Em subidas íngremes retire o pé do freio devagar e acione o acelerador para se mover lentamente.

Se a porta do motorista for aberta com o câmbio engrenado e o motor em funcionamento, por questões de segurança, o câmbio selecionará o modo neutro. Para voltar para a posição D ou R pressione o freio e selecione novamente o modo desejado (D ou R).

Aceleração e ultrapassagem

Para obter uma aceleração progressiva do veículo, pressione o acelerador.

Para obter a potência máxima do veículo, tanto em modo manual quanto automatizado, pressione no acelerador até passar o ponto duro.

Paradas em subida

Para manter o veículo parado em subidas utilize o pedal do freio ou o freio de estacionamento. O uso do pedal do acelerador para esta finalidade pode superaquecer a embreagem e reduzir a vida útil de seus componentes.

Quando a embreagem atinge uma temperatura limite de funcionamento, a luz indicadora de multifunção e o indicador 8 se acendem no painel. O veículo apresentará leves trancos indicando a necessidade de se pressionar o freio para não forçar a embreagem.

Paradas em subida

A função de arranque sem aceleração será inibida temporariamente.

O não seguimento desta recomendação poderá inibir o funcionamento da caixa de câmbio até a redução da temperatura da embreagem.

Assim como em um veículo com caixa de câmbio manual, o veículo com caixa de câmbio automatizada não se mantém parado em uma descida se o freio de estacionamento não está puxado ou se o pedal de freio não está acionado.

Estacionamento do veículo

No plano, após imobilizar o veículo, coloque a alavanca em N, acione o freio de estacionamento e desligue o veículo.

Se estiver em rampa, é possível manter a marcha engatada na posição D ou R.

Puxe o freio de estacionamento e então desligue o veículo.

Reboque do veículo com câmbio automatizado

Se o câmbio estiver bloqueado em uma marcha:

Se não conseguir colocar a marcha neutra, o veículo deverá ser rebocado com as rodas dianteiras suspensas.

Não tente ligar o motor empurrando o veículo se a bateria estiver descarregada (a luz indicadora 6 do painel de instrumentos permanece apagada ao dar o contato da chave).

Veja também:

Fiat Uno. Regulagem em altura dos cintos dianteiros
Algumas versões possuem cintos de segurança dianteiros com regulagem em altura. A regulagem em altura dos cintos de segurança deve ser feita com o veículo parado. Regular sempre a altura dos ...

Chevrolet Onix. Câmera de visão traseira (RVC) (Se equipado)
A câmera de ré auxilia o motorista ao dar marcha à ré exibindo uma vista da área atrás do veículo. A vista da câmera é exibida no sis ...

Modelos



Todos os direitos reservados: © 2020 www.bautoportu.com 0.008