Volkswagen Gol: Pressão dos pneus

Fig. 133 Na parte interna da portinhola do tanque de combustível: etiqueta com a pressão dos pneus.
Fig. 133 Na parte interna da portinhola do tanque de combustível: etiqueta com a pressão dos pneus.

A figura → Fig. 133 ilustra, como exemplo, a localização da etiqueta da pressão dos pneus do modelo Novo Gol 4 portas. O modelo Novo Gol 2 portas segue o mesmo conceito.

A pressão correta dos pneus instalados de fábrica está registrada em uma etiqueta adesiva. A etiqueta adesiva → Fig. 133 se encontra na parte interna da portinhola do tanque de combustível.

Uma pressão dos pneus muito baixa ou muito alta encurta a vida útil dos pneus e tem efeitos desfavoráveis sobre o comportamento de direção do veículo  . A pressão correta dos pneus é especialmente importante, principalmente em alta velocidade. Uma pressão dos pneus inadequada leva a um desgaste elevado do pneu ou até ao estouro do pneu.

Por isso, a pressão deve ser verificada ao menos uma vez a cada 15 dias e, adicionalmente, antes de qualquer condução mais longa.

A pressão dos pneus indicada na etiqueta é válida para um pneu frio. A pressão dos pneus é mais alta em pneus quentes do que em pneus frios.

Por isso, jamais liberar o ar de um pneu quente para adequar a pressão dos pneus. Neste caso, a pressão dos pneus seria tão baixa que poderia levar a um estouro súbito.

Verificar a pressão dos pneus

Verificar a pressão dos pneus somente se os pneus tiverem rodado não mais que alguns quilômetros e em baixa velocidade nas últimas 3 horas.

- Verificar a pressão dos pneus regularmente e sempre com os pneus frios. Verificar sempre todos os pneus, inclusive o pneu da roda de emergência. Em regiões mais frias, a pressão dos pneus deverá ser verificada com mais frequência, mas somente se o veículo não tiver sido movimentado anteriormente. Utilizar sempre um medidor de pressão dos pneus em boas condições de funcionamento.

- Em caso de aumento de carregamento, adequar a pressão dos pneus de maneira correspondente.

- Após a adequação da pressão dos pneus, atentar para a recolocação das tampas das válvulas.

A roda de emergência recebe a máxima pressão dos pneus prevista para o veículo.

ATENÇÃO

Uma pressão dos pneus muito baixa ou muito alta pode fazer com que o pneu esvazie ou estoure durante a condução. Isto pode causar acidentes graves e ferimentos fatais.

● Uma pressão dos pneus muito baixa pode aquecer fortemente os pneus, podendo causar o desprendimento da banda de rodagem e o estouro do pneu.

● Velocidade excessiva ou sobrecarga do veículo podem gerar superaquecimento e danos repentinos aos pneus, inclusive estouro dos pneus e soltura da banda de rodagem, o que pode levar à perda de controle da direção.

● Uma pressão dos pneus muito alta ou muito baixa encurta a vida útil dos pneus e piora o comportamento de direção do veículo.

● Verificar regularmente a pressão dos pneus, no mínimo, uma vez a cada 15 dias e, adicionalmente, antes de cada condução mais longa.

● Todos os pneus precisam ter sempre a pressão dos pneus adequada ao carregamento.

● Jamais reduzir a pressão elevada de pneus quentes.

NOTA

● Ao inserir o medidor de pressão dos pneus, atentar para que ele não bata na haste da válvula.

Caso contrário, podem ocorrer danos na válvula do pneu.

● Tampas de válvula inexistentes ou mal rosqueadas podem levar a danos na válvula do pneu. Por isso, conduzir sempre com as tampas das válvulas completamente rosqueadas e que correspondem às tampas de válvula instaladas de fábrica.

Uma pressão dos pneus insuficiente aumenta o consumo de combustível.

Veja também:

Toyota Etios. Uso de caminhão com plataforma
Se for transportado por um caminhão de plataforma, o seu veículo Toyota deverá ser amarrado nas posições indicadas na ilustração. Se forem ...

Volkswagen Gol. Vista geral da estrutura do menu
Em função dos equipamentos existentes no veículo, poderão existir os seguintes menus: Comp. Bordo  Consumo momentâneo de combustível  Consum ...

Modelos

Todos os direitos reservados: © 2024 www.bautoportu.com 0.0087