Volkswagen Gol: Roda de emergência

Fig. 135 No compartimento de bagagem: manípulo para fixação da roda de emergência.
Fig. 135 No compartimento de bagagem: manípulo para fixação da roda de emergência.

Remover a roda de emergência

- Abrir a tampa traseira .

- Levantar e remover o revestimento do assoalho do compartimento de bagagem.

- Girar totalmente o manípulo localizado no meio da roda de emergência → Fig. 135 no sentido anti-horário e remover a roda de emergência.

Guardar a roda substituída

- Se for o caso, colocar a caixa das ferramentas de bordo de volta no compartimento específico no compartimento de bagagem.

- Colocar a roda substituída na cavidade para a roda de emergência de tal forma que o orifício central do aro esteja posicionado exatamente sobre o pino rosqueável.

- Girar o manípulo no sentido horário sobre o pino rosqueável até que a roda substituída esteja fixada com segurança.

- Recolocar o revestimento do assoalho sobre o assoalho do compartimento de bagagem.

- Fechar a tampa traseira.

Se a roda de emergência diferir dos pneus de rodagem

Se a roda de emergência for diferente em sua versão dos pneus de rodagem, por exemplo, a roda de emergência deve ser utilizada somente em caso de emergência, temporariamente e com a devida e cuidadosa forma de condução . Ver também , Roda de emergência com aro 14 polegadas.

Ela deve ser substituída o mais rápido possível por uma roda de rodagem normal.

Observar as orientações para condução:

- Não conduzir em velocidade superior a 80 km/ h!

- Evitar arranques e frenagens bruscos, bem como a condução em curvas em alta velocidade!

- Verificar a pressão dos pneus o mais rápido possível após a instalação da roda de emergência.

A pressão do pneu da roda de emergência deve ser verificada juntamente com a pressão dos pneus de rodagem pelo menos uma vez a cada 15 dias. A roda de emergência recebe a máxima pressão dos pneus prevista para o veículo.

ATENÇÃO

Um uso inadequado da roda de emergência pode ocasionar a perda de controle do veículo, colisões ou outros acidentes e ferimentos graves.

● Em nenhuma hipótese utilizar a roda de emergência se ela estiver danificada ou desgastada até os indicadores de desgaste.

● Em alguns veículos, a roda de emergência pode ser menor que os pneus originais, Roda de emergência com aro 14 polegadas. A roda de emergência menor pode ser reconhecida por uma etiqueta adesiva e pela inscrição "80 km/h". Esta inscrição identifica a velocidade máxima com a qual o pneu pode rodar com segurança.

● Jamais conduzir em velocidade superior a 80 km/h. Evitar arranques e frenagens bruscas, bem como curvas em alta velocidade.

● Substituir a roda de emergência o mais rápido possível por uma roda normal. A roda de emergência destina-se apenas para um uso breve.

● A roda de emergência deve ser fixada sempre com os parafusos fornecidos de fábrica.

● Nunca utilizar mais do que uma roda de emergência.

● Após a instalação da roda de emergência, a pressão dos pneus deve ser verificada o mais rápido possível , Pressão dos pneus.

Se possível, fixar firmemente a roda de emergência ou a roda substituída no compartimento de bagagem.

Veja também:

Fiat Uno. Modo de dirigir
Troca de marchas Tão logo as condições do trânsito o permitam, utilizar as marchas mais altas. O uso de marchas baixas para obter uma boa resposta do motor provoca aumento inevitável do ...

Nissan March. Voltado para trás
Siga esses passos para a instalação do sistema de proteção infantil voltado para trás usando o cinto de segurança do veículo nas posiçõ ...

Modelos



Todos os direitos reservados: © 2020 www.bautoportu.com 0.0075